O último sábado de julho amanheceu quieto

Cód: 13D
R$ 1,00
Quantidade:

    Descrição

    Assim que descobre que está grávida- Beatriz planeja dar a notícia para Cristiano- mas espera pelo melhor momento. Antes que esse momento chegue- o marido morre inesperadamente- obrigando a protagonista a se refazer como viúva e como mãe. O último sábado de julho amanhece quieto e organizado em breves capítulos que acompanham as semanas da gravidez de Beatriz. E- no ritmo dessa gestação- percorremos com a protagonista uma jornada intensa e transformadora- conduzidos por culpas e remorsos- alegrias e pulsões de uma mulher que lida com a morte e com a vida- simultaneamente. "Em seu primeiro romance- Silvana Tavano mostra que valeu a pena a espera. Aqui- a autora se detem- pressa- em instantes de choque: entre morte e vida- entre alegria e tristeza- nos sentimentos que contêm o seu exato oposto. Como quem costura retalhos- interrompe o tempo para olhar dentro do instante. O que de vida se pode gerar enquanto a dor se dissipa ou procura se dissipar? Neste livro- muito. Esse último sábado apenas amanhece. Quando chegar a noite- algo de muito poderoso terá acontecido."

    Avaliações dos Clientes

    NENHUMA AVALIAÇÃO. SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR!

    • Ótimo

      0%

    • Muito bom

      0%

    • Bom

      0%

    • Não gostei

      0%

    • Péssimo

      0%

    Avalie o produto