Liberdade de expressão - direito à informação nas sociedades latino-americanas

Cód: 33B
    Esgotado
    Avise-me quando chegar

    Descrição

    pós as democratizações dos países latino-americanos, a luta pela Nova Ordem da Informação dos anos 1970 parecia não ter mais sentido, uma vez que todas as Constituições contemporâneas asseguram o pleno direito social à informação e à liberdade de expressão. No entanto, o debate se mantém acirrado no final da primeira década do século XXI, pois algumas situações denunciam recorrentes ameaças de autoritarismo e até mesmo de censura explícita aos meios de comunicação.

    Para debater esses contextos, um seminário realizado em São Paulo, no Memorial da América Latina, no primeiro semestre de 2010, reuniu estudiosos e jornalistas que apresentaram diagnósticos oportunos sobre os embates atuais. Os ensaios, agora editados no livro de Cremilda Medina(org) “Liberdade de expressão, direito à informação nas sociedades latino-americanas” (Ed. Fundação Memorial da América Latina, 2010, 212 páginas), abordam panoramas gerais da região, de países e de suas particularidades como Venezuela, Cuba, Argentina e Brasil. Os analistas também propõem um retrospecto histórico das contradições dos períodos de repressão às democracias contemporâneas.

    Avaliações dos Clientes

    NENHUMA AVALIAÇÃO. SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR!

    • Ótimo

      0%

    • Muito bom

      0%

    • Bom

      0%

    • Não gostei

      0%

    • Péssimo

      0%

    Avalie o produto